top of page
Buscar

Por Rupert Spira, Depressão profunda

A pessoa fala que ele tem depressão e insônia.


Rupert : Eu entendo que seja difícil, mas o que voCê está dizendo é : QUando uma imagem preta aparece na tela, a tela desaparece (a consciência). Quando uma tela aparece na tela da sua TV, a tela desapaarece? Por acaso, a imagem preta obscurece a tela? Não, não desaparece.

Você não sabia que voCê está numa depressão profunda se o Conhecer não estivesse presente. Então, esse Conhece não precisa ser acessado. Não está enterrado por de baixo de camadas e camadas de emoções. Assim como a tela não está enterrada por trás da imagem preta, ou obscurecida. Esse Conhecer está brilhando, completamente, até mesmo na depressão mais profunda.

Quando voCê diz ´Eu estou nesse espaço escuro´, voCê está sempre conhecendo e é o Conhecer da sua experiência, não é? A tela nunca é enterrada pelo filme, nunca é perdida no filme. Quando voCê tem uma depressão, voCê sabe algo sobre a depressão além do Conhecer dela?

Tudo o que há para a depressão, e eu não estou querendo trivializar sua emoção, mas tudo o que há para a depressão é o conhecer, e esse conhecer está brilhando na superfície da emoção.

VoCê não tem que separar a si mesmo da depressão e ir encontrar por esse espaço de presença.

Está lá brilhando na imgem preta (emoção).

Assim como você vê uma tela preta na TV, a TV que dois minutos estava brilhando como um céu azul agora esta´brilhando na imagem preta.

Na sua depressão, tudo o que você sabe sobre a depresão é o Conhecer dela, esse Conhecer não está enterado, perdido, obscurecido. O Conhecer está brilhando imensamente na emoção.

Então dê a sua atenção para esse Conhecer. Você na realidade nem precisa dar a sua atenção para esse Conhecer, porque Conhecer é a atenção que nós damos aos objetos.

Você apenas conhece a si mesmo como esse Conhecer.

É como assistir uma imagem preta numa tela ao invés de focar na imagem preta na tela.

Nada muda, você continua olhando para a mesma tela, mas ao invés de dizer , eu estou vendo uma imagem preta, você diz, eu estou vendo a Tela(consciência, Conhecer). A felicidade que você está buscando na depressão é a Tela, e está brilhando na depressão.

E essa sutil mudança de foco, nada muda.

Você não tem que escapar a emoção. Brilhando Lá mesmo, não enterrado no coração da emoção, mas na superfície da emoção. A luz do seu próprio ser está brilhando, apenas dê a sua atenção para isso. Veja isso, veja aquele que conhece ao invés daquilo que é conhecido.

Essa é a feliccidade que você procura. Por outras palavras, é a própria alegria aparecendo como uma depressão. ASsim como a tela transaparente aparece como uma imagem preta.

É apenas porque você está rejeitando a depressão e procurando a alegria em outro lugar ou está procurando a presença da consciência em outro lugar.

Essa rejeição da depressão e insistência que a consciência ou a alegria está em outro lugar, isso é oque compele a consciência a aparentar estar escondida. É a sua insistência que está fazendo a consciência aparentar estar em outro lugar.

Se você descobrir esse Conhecer na depressão, por outras palavras, se você descobrir a tela na imagem, a depressão não irá sobreviver por muito tempo, porque a depressão é infelicidade. Ela não pode sobreviver quando você Conheceu o Conhecer, isso é porque eu digo; olhe a depressão e veja o que sobra. Você não irá conseguir encontrar nada. Lá mesmo, a depressão em si mesma, será revelada, a verdadeira substância da emoção será revelada, que é a alegria. A alegria (Conhecer, Consciência) é a substância de todas as emoções, até mesmo a depressão mais profunda.

O Conhecer é eterno. Fique com isso. Fique com o Conhecer. Tudo o que nós sempre esperamos e desejamos vive na superfície de qualquer experiência, não apenas no plano de fundo, não apenas enterrado no coração, mas lá no meio de qualquer experiência.

Tudo o que nós sempre esperamos, alegria, paz, amor, vive lá brilhando em todas as experiências.

65 visualizações1 comentário

1 Comment


Enaldo Leite
Enaldo Leite
Apr 26, 2022

Existem muitos tipos e níveis de depressão, acredito que a maioria sofre com isso, em nós mesmos ou alguém próximo.

Enfrentei esse dilema durante muito tempo, hoje, acho graça de mim mesmo porque sinto gratidão pela experiência, somente quando desistimos de nós mesmos nos tornamos prontos para encontrar o verdadeiro caminho, infelizmente, ou felizmente (acredito eu), esse sentimento de desistência e derrota nos coloca no momento ideal.

Acredito que uma pessoa em profunda depressão esta mais próxima de encontrar sua verdadeira natureza do que uma pessoa que busca através do esforço e da erudição.

Enquanto acreditarmos que "podemos nos tornar pessoas melhores", a ilusão continuará presente.

Somente quando paramos de acreditar que nosso ego é real e permitimos que ele…

Like
bottom of page